sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Exemplo de transcrição de áudio supereditada


A transcrição de áudio supereditada traz cortes e intervenções mais vigorosas do transcritor-revisor sobre o conteúdo do áudio a ser transcrito. Concordância nominal e verbal recebem atenção adequada, assim como são eliminados os gaguejos, os "né", "tá", e expressões do cotidiano como o "tá bom" é trocado por "está bem".

Este artigo tem 450 palavras e você deve levar em torno de 2,5 minutos para ler.

O desencanto dos leitores

O desencanto dos leitores ao receberem o conteúdo da gravação transcrita transpareceu algumas vezes para nós. Assim como já expressaram alguns supervisores que tive que me aconselharam a não usar "pra" e "pro", porque segundo eles "o leitor disse que não fala errado". E foi por esta razão que passamos a adotar a versão da transcrição de áudio supereditada.
A expressão "a gente faz" por exemplo é trocada por "nós fazemos", "promoveu elas" por "promoveu-as" e etc. são realizados para ajustar o texto para facilitar a operação "copiar-colar" de quem adquiriu o nosso serviço de transcrição.

Quem deveria usar a transcrição de áudio supereditada?

Todos os clientes, exceto advogados. Os advogados precisam da versão literal jurídica, essa é a nossa sincera recomendação. Agora, trabalhos acadêmicos em que o objetivo não é um estudo linguístico específico mas apenas a coleta de dados para informações acadêmicas, o estilo supereditado nos parece o mais adequado e recomendado. Por que dizemos isso?

Uma linguagem que a máquina entende

Programar um Atlas TI para receber as transcrições e destacar as palavras e expressões-chave. Essa é uma das principais dificuldades se misturarmos o português correto com erros de português. Já é um desafio programar esses programas e adequá-los para as diversas funções que o pesquisador pretende utilizar para extrair informações e conclusões baseadas nas informações que digitamos, a máquina ainda ter que analisar se usou "pra" no lugar de "para a", "é nóis na fita" em vez de "ficamos ali no ato", entre outras expressões é sobrecarregar o pesquisador e prestar um desserviço à ciência.

Novamente insisto, estou me referindo às transcrições para uso de estudos não linguísticos, mas como ferramentas auxiliares de extração de dados e interpretações de informações contidas no texto,que só poderão ser analisadas depois de convertidos em texto. E a versão supereditada de nossa produção serve exatamente para isso.

Cortes vigorosos nas informações não essenciais

Temos recebido feedbacks positivos de empresas de pesquisa e consultorias com relação à versão supereditada, onde informações não relevantes são excluídas pois "isso permitiu ganhar tempo na análise".

E assim, aquelas frases iniciais padrão que visam informar ao entrevistado qual o objetivo da pesquisa e quem é o pesquisador são descartados, assim como divagações. A transcrição de áudio supereditada é a mais limpa possível para privilegiar a leitura e o conteúdo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exemplo de transcrição de áudio supereditada

A transcrição de áudio supereditada traz cortes e intervenções mais vigorosas do transcritor-revisor sobre o conteúdo do áudio a ser trans...